#
CLÍNICA JORDANO COPETTI
DEPRESSÃO - SINTOMAS COMUNS

1. Humor deprimido
Uma pessoa pode relatar sentimento de "tristeza" ou "vazio" ou pode chorar com freqüência. Crianças e adolescentes podem apresentar irritabilidade.

2. Redução de interesse ou prazer
Uma pessoa pode ter seu interesse ou prazer consideravelmente diminuídosr em todas, ou quase todas, as atividades diárias, inclusive ocorre a perda de interesse em atividades antes consideradas prazerosas.

3. Alterações de peso
Alterações significativas no peso (não devido a dieta) podem ser indicativas de depressão. A perda de peso costuma ser mais frequente nas depressões agudas e graves. O aumento de peso costuma ocorrer nas depressões atípicas ou nas depressões bipolares.

4. Distúrbios do sono
Insônia ou dormir demais podem ser um sintoma de depressão. A insônia pode ser inicial (dificuldade em pegar no sono), de manutenção (dificuldade em permanecer dormindo durante a noite) ou terminal (quando a pessoa acorda mais cedo que o seu normal). A sonolência excessiva ocorre mais na depressão do tipo bipolar.

5. Fadiga
Cansaço excessivo ou uma perda de energia. Muita vezes este sintoma é descrito como desânimo, vontade de não fazer nada e vontade de ficar na cama o tempo todo.

6. Sentimentos de inutilidade ou culpa
Uma pessoa deprimida pode sentir que não tem nenhum valor ou pode se sentir execssivamente ou inadequadamente culpado sobre coisas que a pessoa não tem qualquer controle ou responsabilidade.

7. Dificuldade para se concentrar ou pensar
Uma pessoa deprimida pode ter uma capacidade diminuída para pensar, concentrar-se ou tomar decisões. Muitas decisões podem ser tomadas numa fase depressiva pelas quais há arrependimento posterior, quando a pessoa se dá conta da decisão tomada.

8.. Pensamentos de morte
Uma pessoa deprimida pode ter pensamentos recorrentes da morte e pensamentos de suicídio, com ou sem um plano específico. Este sintoma pode se manifestar como desejo de sumir ou dormir e não acordar mais.

9. Desesperança
A pessoa sente que sua vida está péssima, mas não tem esperança no futuro, não acredita que as coisas possam melhorar. Instala-se o pessimismo e a desesperança.

DEPRESSÃO NO TRANSTORNO BIPOLAR
         Pacientes portadores do Transtorno Bipolar podem apresentar fases depressivas intercaladas por fases de euforia. Entretanto, as fases depressivas predominam na maioria dos pacientes, porém, a depressão bipolar se manifesta de forma diferente da depressão comum ou unipolar.

A depressão do transtorno bipolar costuma se manifestar com alguns dos seguintes sintomas: 

® Sonolência excessiva.

Mesmo após dormir o número suficiente de horas, a pessoa ainda não se sente recuperada. Parece sempre estar sonolenta. 

® Desânimo intenso.

            O desãnimo na depressão bipolar pode se manifestar de forma intensa. A pessoa sente dificuldade para falar e se movimentar, permanece na cama e sente como se tivesse carregando um peso enorme. Este tipo de desânimo ocorre em casos graves. 

® Irritabilidade.

            Na depressão bipolar são frequentes os sentimentos de raiva, ódio, ira ou irritabilidade excessiva. Estres sentimentos podem evoluir, mas nem sempre, pra agressividade verbal ou física.

 ® Ideação suicida e tentativas de suicídio.

            Qualquer pessoa em depressão pode pensar em suicídio, entretanto, pessoas com depressão no transtoirno bipolar pensam mais e tentam mais suicídio que as pessoas com depressão unipolar. 

® Impulsividade.

            A impulsividade é mais comum na depressão bipolar e pode se manifestar como descontrole de impulsos em várias áreas, como gastos excessivos,  abuso de cigarro, álcool e drogas, explosões de raiva e tentativas de suicídio. 

® Vazio, insatisfação crônica.

            Sensação de vazio, tédio e insatisfação constante. Pessoas com depressão bipolar buscam coisas novas e se entediam facilmente com a rotina. O tédio ou a sensação de vazio fazem com que a pessoa busque novidades para preencher este vazio. Esta busca de novidades associada com a impulsividade, leva o paciente a não persistir e procurar mudanças frequentes, como de emprego, cidade, casa, namorado ou cônjuge, e atividades em geral, como mudança ou interrupção de cursos e faculdades. 

® Outros sintomas da depressão bipolar incluem:

            - Inquietude motora.

            - Dificuldade de concentração.

            - Compulsão alimentar e obesidade (dificuldade em permanecer em dieta).

            - Déficits de memória.

DEPRESSÃO ANSIOSA
É frequente a presença de um quadro depressivo com sintomas ansiosos associados.
           
Os sintomas ansiosos dividem-se em cognitivos, emocionais e somáticos.
 
SINTOMAS COGNITIVOS:
 
            Cognição se refere ao pensamento, ou seja, a forma como pensamos sobre uma situação.
            O aspecto central da ansiedade é o pensamento catastrófico, que significa ver o mundo de uma forma pessimista e negativa. Este tipo de pensamento é central nos pacientes ansiosos, que, muitas vezes, nem percebem que esta forma de pensar é uma constante em suas vidas.
           
            O pensamento catastrófico costuma começar com a frase “E SE”:
·         E se eu adoecer?
·         E se eu ficar sem dinheiro?
·         E se meu filho se acidentar?
·         E se eu perder o emprego?
·         E se eu não casar?
·         E se eu reprovar na escola?
·         E se o remédio fizer mal?
·         E se...
 
A pessoa ansiosa não costuma dar resposta a esta pergunta. Ela simplesmente se apavora, fica angustiada e apenas pensa que “se acontecer”, “Vai ser terrível, uma desgraça, o fim de tudo, insolúvel!” Este é o pensamento catastrófico.
 
SINTOMAS EMOCIONAIS/COMPORTAMENTAIS:
 
            São os sentimentos que acompanham a ansiedade:
·         Sensaçáo de medo
·         Aflição
·         Angústia
·         Tensão
·         Insônia
·         Inquietude motora
·         Dificuldade de concentração
·         Esquecimentos
·         Roer unhas
·         Irritabilidade
·         Redução da libido
·         Impotência sexual ou anorgasmia nas mulheres.
 
SINTOMAS SOMÁTICOS:
 
            São os sintomas físicos oo fisiológicos que resultam de um estado de ansiedade. Incluem:
 
·         Dores musculares
·         Dor de cabeça ou enxaquecas
·         Tremores
·         Tontura
·         Zumbido nos ouvidos
·         Gastrite e má-digestão
·         Aumento ou instabilidade da pressão arterial
·         Perda de força
·         Crises de Pânico
·         Sensação de “brancos” na cabeça
·         Calafrios ou calorões
·         Manchas na pele
 
Muitos outros sintomas podem aparecer. Associado a estes 3 grupos de sintomas, ainda coexistem os sintomas de depressão ou sintomas de outros quadros ansiosos, como as fobias e os quadros obsessivo-compulsivos.
  
    "Na minha prática clínica, ao longo de muitos anos, venho atendendo pacientes que sofrem com seus sintomas sem que consigam uma melhora significativa mesmo após muito tempo de diferentes tratamentos. Divido estes casos em 3 classes principais: aqueles que nunca receberam o diagnóstico correto e por isto os tratamentos foram dirigidos ao alvo errado, aqueles em que, apesar do diagnóstico correto, receberam tratamentos farmacológicos inadequados e aqueles em que, apesar de diagnóstico e tratamentos adequados, apresentam os chamados casos resistentes ou refratários." 
Site Mailing List 
CLÍNICA JORDANO COPETTI - NEUROMODULAÇÃO

FONE: (55) 3322-7475

CRUZ ALTA -RS

BREVE ATENDIMENTO EM PORTO ALEGRE - RS

jordanocopetti@gmail.com